Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Cherry

19
Fev19

Heeeeelp!

A herdeira nasceu no dia do aniversário do pai. Eu preferia que assim não fosse mas já que aconteceu...

E até agora tudo era giro e maravilhoso. Até dava para fazer umas piadas e graçolas sobre o assunto e todos achávamos piada e riamos com isso.

Até que chegou o dia de pensar na festinha de aniversário.

 

Juro que está para me dar um treco com isto 

 

É certo que a menina não percebe que a festinha também é para ela, afinal fez 1 ano. Mas, como vamos fazer uma festa para o M, obviamente não vamos ignora-la.

Assim sendo, tenho que encontrar um tema que não seja tudo flores e unicórnios mas que também não sejam só carros e futebol  e aqui reside o meu verdadeiro problema!

 

Como se faz uma festa para os dois sem ser demasiado masculino ou demasiado bebé?  é que tudo o que eu vejo tem temáticas de extremos. Ou temos minnies ou temos Cars. Ou temos unicórnios ou temos futebol. Ou temos pretos ou temos rosas. Ou temos azuis ou temos amarelos. Não há um meio termo minha gente? 

11
Mai18

Que tal o primeiro dia da mãe, Cherry?

Confesso que nunca liguei muito ao dia da mãe. Afinal sou mãe todos os dias, não é? Mas esse desinteresse não acontece apenas com esta comemoração. Acontece também com o dia do pai ou com dia da mulher, por exemplo, pelos mesmos motivos.

 

De qualquer forma no sábado uma cliente passou pela loja nos 5 minutos que lá estive e disse-me "aproveite bem o seu primeiro dia da mãe. Vai ser o primeiro de muitos, com certeza, mas este será o primeiro!"

 

Posto isto uma pessoa entusiasma-se e pensa que o primeiro dia da mãe será uma data para mais tarde recordar. E não me enganei. Só não é para recordar pelos motivos que eu tinha idealizado...

 

 

Sábado a noite recebemos um telefonema de um familiar com uma insistência tremenda para irmos almoçar lá a casa. Depois de muito regatear lá aceitamos. "Por volta da 1h vamos tentar estar ai." No entanto, claro que a herdeira tinha outros planos para nós!

 

No biberão das 11h ela fez uma birra danada de sono que nem comia nem dormia. Por isso se conseguíssemos sair de casa as 13h já nos podíamos dar por felizes.

Enfim. Depois de comer decidimos vestir-lhe um vestidinho. Body de manga comprida, meia quase até ao joelho e um vestido, afinal estava um dia lindo de sol lá fora!

 

Assim que chegamos a casa dos familiares, quase com 1h de atraso, começaram as reclamações.

- Isto é que são 13h?

- A menina fez birra para comer, não conseguimos vir mais cedo!

- Pois pois, antes dela nascer já se atrasavam, deixem de a usar como desculpa!

- Já comemos, a comida estava a arrefecer por isso não esperamos por vocês!

 

Pousamos o ovinho da menina e sentamos-nos a mesa....

Nem 5 minutos depois:

 

- A tua mãe é maluca!!! Estás de pernas destapadas?! - dizia um familiar para a menina.

- Está calor lá fora! Parece um dia de verão...

- Está calada, está frio! Eu tenho frio...!

- Está calor, você é que está com frio mas está calor lá fora!

 

Claro que nós levamos umas calças e uma manta dentro da mala da menina para o caso de arrefecer, mas estava mesmo calor!

 

Depois de comermos decidiu-se que se ia buscar outros familiares para irmos todos beber café a praia. Afinal para ir a praia beber café já não está frio, não é?

Mas não sem antes ir chamar a vizinha - que só por acaso é a mãe da ex do M - para ver a herdeira (sem me perguntar se eu me importava, claro está!).

 

Chegamos a praia e estava um vento que não se aguentava. Ali sim estava frio!

Como a herdeira estava a dormir profundamente optamos por lhe colocar a manta sobre o corpo em vez de lhe vestir as calças. 

Fomos beber café a uma esplanada e durante o tempo todo que lá estivemos um dos familiares não se calou:

- A tua mãe não me deixa pegar-te ao colo!

- Está frio. Não vê o vento que está? Não quero a menina doente...!

- Pois, eu nunca te peguei ao colo, a tua mãe não deixa!

- Vem aqui para ao pé de mim - puxando o carrinho mais para ao pé - pelo menos posso olhar para ti, já que a tua mãe não me deixa tirar-te daí.

 

Depois de tudo isto voltou a ser hora de dar o biberão a Leonor. Desculpa perfeita para ir embora dali e ainda aproveitar um bocadinho do dia da mãe só para nós os 3. No entanto seguiu-se outra birra para comer... Pudera, tanta gente a chatear e a implicar, a miúda não dormiu nada de jeito. E nós pais que aguentemos! 

 

Em conclusão, se o dia da mãe é isto, fiquem vocês com esta comemoração! Eu prefiro os outros dias todos, os que não se comemoram mas onde é tudo muito mais pacífico só entre nós os 3!

07
Mai18

Quem manda é ela #3

Eu estava deitada na cama com a herdeira ao meu lado. Ela estava bastante calma até a Maria chegar e deitar-se na minha almofada com a cabeça no meu pescoço.

 

Assim que a menina viu a gata foi vê-la a espernear e a tentar palrar sem tirar os olhos do meu pescoço 
Quanto mais tempo passava sem a Maria se mexer mais a herdeira palrava e esperneava 

 

Finalmente eu mexi-me e a Maria foi embora. A Leonor adormeceu automaticamente 


Acho que estas duas não vão ter um futuro muito risonho juntas 

04
Mai18

E se a minha filha gostar mais de outra pessoa do que de mim?

Aqui a dias estive na loja e apareceu uma cliente. Foi perguntar o nosso horário de fim de semana porque queria lá levar a irmã e a sobrinha pequenina.
Conversa puxa conversa e acabamos a falar das Leonores (a sobrinha também se chama Leonor).

 

- A minha sobrinha tem 3 anos mas é tão esperta! Tem conversas que ficas a olhar para ela! Quando ela vai lá para casa é uma delícia. A minha irmã é que fica toda ciumenta porque depois a Leonor queixa-se que a tia é que brinca com ela e a mãe não...

 

No sábado, por coincidência, elas apareceram quando eu cheguei a loja para ir buscar o M.

 

- Olá Susana. Estas é que são a minha irmã e a minha sobrinha Leonor. - disse a cliente quando entrou na loja com a sobrinha ao colo.
- Olá Leonor, estás boa? - respondi eu.
- Ela está cheia de sono, vinha a dormir no carro. Agora é que a tia a acordou para virmos aqui ver coisas bonitas para a mãe...
- Queres ajudar a mãe a escolher coisas bonitas, queres? - dizia eu para a menina enquanto ela escondia a cara com vergonha.
- Olha, Leonor, vais para o chão? Ajudar a mãe a escolher roupinhas...? - dizia a cliente para a menina enquanto esta se agarrava ainda mais a ela e abanava a cabeça a dizer que não.
- Olha, querida, não queres ajudar a mãe? Larga a tia feia! - disse eu sem noção que estava a entrar num "campo minado" 
- A tia não é feia!! - disse a menina visivelmente aborrecida com o comentário, enquanto abraçava a tia.
- Oh, não vale a pena dizer isso senão ela chateia-se consigo. - disse-me a mãe - ela gosta mais da tia do que de mim.

 

Eu olhei para a mãe e depois para a cliente que mantinha a menina ao colo. Achava aquilo um bocadinho estranho - afinal como é que a nossa própria filha pode gostar mais de outra pessoa do que de nós?!  - mas com o passar do tempo que as três estiveram na loja fui percebendo que se calhar não era assim tão absurdo o que a mãe estava a dizer...

 

Não cheguei a perceber se isso se devia a tia ou a mãe mas o que é certo é que a menina chamava a tia para tudo e mal olhava para a mãe 

 

A dada altura a menina descalçou-se e a mãe disse-lhe para se calçar senão constipava-se. Ela ignorou. A tia disse o mesmo. Ela olhou para a tia depois olhou para os ténis mas preferiu continuar descalça. Até que a mãe lhe diz:
- Calça-te lá. Para ficares igual a mãe. Já viste que a mãe trouxe uns ténis iguais aos teus?
- Não te ficam bem! - diz a menina.

 

Neste momento fiquei completamente em choque! 


A mãe olhou para a filha mas absteve-se de comentários. A tia repreendeu-a chamando apenas pelo nome. E eu? Eu fiquei a olhar para este cenário e a pensar que poderá acontecer o mesmo comigo... 

 

E se a herdeira gostar mais de outra pessoa do que de mim?
Afinal eu estou aqui para mima-la mas principalmente para guia-la e educa-la. E, bem sabemos, que isso implica muitas vezes dizer que não e ser "a má da fita"... 

 


Nota mental: Deixar de ir a loja durante uns tempos para não ficar com macaquinhos na cabeça 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Sigam-me

Mais sobre mim

Calendário

Maio 2019

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
Quando tudo começou
- 08/05/2017 -

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Segue a Tendência

no Facebook

no Instagram