Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Cherry

02
Nov17

Grávidas da blogosfera: preciso de vocês! #3

Hoje preciso de vocês por causa de um tema mais sério. Isto porque já li tanto sobre o assunto, já falei com tanta gente, já ouvi tantas opiniões que tenho um nó no cérebro   posto isto: criopreservação de células estaminais sim ou não?

 

 

Lembro-me de ter ouvir falar nisto à cerca de 6 anos atrás quando uma amiga minha ficou grávida. Ela teve a sorte - desculpem lá mas aquela miúda nasceu com o rabinho virado para a lua! - de uma empresa estar a oferecer kits e ela foi uma das escolhidas.

 

Na altura, ainda longe de ficar grávida, ouvi apenas a opinião dela e, naquele mesmo momento decidi que também ira fazer a criopreservação quando fosse mãe. Naquele dia foi uma decisão fácil de tomar porque não deixava de ser isso mesmo: uma decisão. Não pensei nos prós nem nos contras, não pensei em valores, não pensei sequer que utilidade as células teriam. Ouvi o que essa minha amiga tinha a dizer sobre o assunto e, com base nisso, decidi que também queria isso para a minha futura bebé. (também com 23 aninhos não se pode esperar mais de alguém tão desconhecedora da maternidade).

 

Hoje, gravidíssima de 24 semanas, depois de ler e reler vários sites de empresas e foruns de opiniões. Depois de falar com algumas amigas e com algumas clientes (as que tenho mais confiança, claro e que percebem realmente do que eu estou a falar). Depois de falar vezes sem conta com o M e a alguns dias de vir a falar com a Dra que me acompanha, gostava de saber as vossas opiniões também.

 

Tudo porque, ao ler os sites das várias empresas que fazer a criopreservação - com noção que eles jogam um bocadinho com os sentimentos e com o peso de consciência dos pais - parece que é umas das decisões mais acertadas para o futuro da Nô. Se bem que, se fizer a criopreservação, será uma daquelas coisas que fazemos a rezar para que nunca seja necessário usar.

No entanto, por outro lado, depois de ler e ouvir as opiniões de mães - e mães recentes que passaram pelo mesmo dilema que eu - fico com duvidas novamente.

 

Bem sei que a medicina está em constante evolução - felizmente! - e que hoje em dia as células ainda não terão utilidade para tantas doenças como gostaríamos mas, daqui a 10 ou 15 anos, quem sabe? Contudo, por outro lado, se a medicina está em tão constante evolução, daqui a 10 ou 15 anos não haverá outras formas e combater essas mesmas doenças?

 

E, por fim, mesmo mesmo no fim, pondera-se também o valor monetário. É certo que os sites apregoam que pode ser pago em não sei quantas vezes sem juros mas mesmo assim não deixa de ser um valor alto. Numa altura em que as despesas de desdobram em mil, esta despesa extra tem o seu peso e precisa ser bem ponderada.

 

 

Assim sendo, meus amores, partilhem comigo. O que fizeram? Que opinião têm sobre o assunto?

18
Set17

Grávidas da blogosfera: preciso de vocês! #2

Deparei-me com o meu primeiro grande drama da gravidez: calças!

 

Desde que descobri que estava grávida que deixei de conseguir usar calças de cintura subida.São coisas da minha cabeça, bem sei. Até porque no dia que fui fazer o exame ao sangue tinha umas calças de cintura subida e sentia-me bem. No dia em que recebi o resultado coloquei-as logo todas para o lado e optei de imediato pelas calças que ainda tinha de cintura descida. Que foram servindo até agora.

 

No entanto, como as ancas estão a alargar como se o parto fosse já amanhã, já não tenho quase calças nenhumas que me sirvam  posto isso, no sábado fui com o M à procura de calças apropriadas para grávida. 

 

Na primark do Dolce Vita Tejo só havia uma unidade em tamanho 46. Vá, eu sei que estou larguinha mas não visto mais que 38 ainda! 

Demos mais uma voltinha pelo shopping mas não havia mais loja nenhuma - dentro do orçamento - que tivesse o que procurávamos. Então optamos pelo Colombo. Lá fomos nós direitinhos à Primark novamente e, desta vez, até havia algumas unidades. "Nova coleção pré mamã" dizia o cartaz e eu, toda contente, fui à procura do meu tamanho. Eis que senão quando noto que as calças de ganga deles da nova coleção são tão finas como aquelas calças estampadas de tecido que se usa no Verão  Fora de questão!

 

Tendo em conta que eu não gosto de leggings - percebo o conforto mas não consigo gostar - e não me parece que calças de fato de treino de algodão sejam o mais adequado para vir trabalhar, fiquei sem opções novamente. Até que demos mais uma vista de olhos pelo shopping e fomos dar à C&A.

 

De facto na C&A havia calças para grávidas e de ganga. Ganga a sério. Mas a mais barata que encontrei para o meu tamanho custavam 40€  Convínhamos, oh meus amores, eu não gasto 40€ para umas calças de ganga para usar mais tempo por isso está fora de questão gastar tanto com umas calças para mais 4 meses 

 

Assim sendo, voltei a ficar sem opções. Fui pesquisar online e tudo o que encontrei foi recomendações da C&A, da H&M, da Salsa (a estas nem fui ver porque deveria ser ainda mais caro ) e da Vertbaudet.

 

A minha questão é: onde é que vocês compraram as vossas calças? Se compraram na Vertbaudet, recomendam?

12
Set17

Perguntas dificeis

11-09-2017

 

Uma cliente entra com o filho de 5/6 anos. Ele trazia com ele um arco e flechas para brincar. No entanto, como típico rapaz, achava piada era atirar as flechas para todo o lado sem ter consciência se poderia estragar ou magoar alguém. Às tantas, a mãe já sem saber como o manter quieto, disse-lhe:

 

- Sabes, a Sra tem um bebé na barriga.

 

O menino teve uma reação impagável! Quase que parecia um emoji. Olhos muito abertos, sobrancelhas arqueadas e boca escancarada.

 

- Ai o que você lhe foi dizer. - disse eu para a mãe.
- Não se preocupe. Ele gosta muito de bebés.

 

Mas o menino não tirava aquela cara de espanto.

Até que ele abriu a boca e eu fiquei com pena de não se ter mantido como nos minutos anteriores.

 

- Como é que foi ai parar? - perguntou o menino.

 

Não contive o riso e olhei para a mãe. Não fosse ela já lhe ter contado alguma coisa e se eu lhe dissesse outra coisa qualquer - embora nem saiba bem o quê - pudesse baralha-lo.

 

- A mãe já te explicou como se fazem bebés. Não te lembras?

 

Nem perguntei o que ela lhe tinha dito mas depois fiquei com pena. É certo que a herdeira ainda nem sequer nasceu - coitadinha, ainda nem sequer a sinto na barriga e eu já penso na fase dos porquês - mas esta é uma das respostas para a qual eu não tenho uma resposta "bonita" mas verdadeira para lhe dar.

 

O que vocês disseram aos vossos? As histórias da cegonha ou da sementinha ainda são validas ou há formas melhores de abordar o assunto?

19
Ago17

Grávidas da blogosfera: preciso de vocês!

Calor! É normal eu ter taaaaanto calor? 

 

Assim que saiu da cama e vou preparar o pequeno almoço na cozinha, tenho que abrir a porta que dá para o varandim para ver se o ar circula. Mesmo que tenha acabado de sair do banho.

Quando venho trabalhar, trago apenas uma t-shirt ou um top porque não sinto necessidade de casacos mesmo que o carro acuse 12 graus na rua.

Ao chegar à loja é raro o dia que não ligue a ventoinha logo de manhã. Até já cheguei ao ponto de ter que a desligar porque as clientes queixavam-se que a loja estava fria, mas eu continuava com calor.

Até o M vem-se agarrar a mim porque eu estou quente, quando antes era ao contrario...

 

Digam-me que é normal  que são das hormonas 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Sigam-me

Mais sobre mim

Calendário

Julho 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
Quando tudo começou
- 08/05/2017 -

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Segue a Tendência

no Facebook

no Instagram