Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Cherry

31
Mai17

Aqui me confesso #1

Eu ouço a M80 a caminho de casa. E gosto!

1505642_805591786155821_9119820901774314268_n.jpg

Aqui na loja tenho sempre a rádio sintonizada na Comercial. Passa música atual e as clientes até gostam de ouvir todos aqueles "disparates" que vão sendo falados pelo meio das músicas. No entanto quando chego ao carro, depois de um dia de trabalho, ouço a M80.

 

É tipo uma escapatória. Cortar a ligação ao trabalho.

 

No inicio até ouvia a RFM mas como as músicas são quase todas as mesmas tive que arranjar algo que passasse músicas completamente diferentes de tudo o que ouço durante o dia. A M80 pareceu-me a rádio ideal. Agora já não passo sem ela a caminho de casa 

 

Imagem retirada daqui

30
Mai17

Estou indignada!

Saí "a correr" para ir comprar pão à padaria da frente. Ainda vou meio a olhar para trás para ver se nenhum cliente entra na minha ausência. Assim que chego à porta da padaria ouvi o meu telemóvel a tocar e voltei para trás.

 

O meu pensamento imediato foi "Não pode uma pessoa ausentar-se que o M liga logo, parece que adivinha! Mas deve ter tido um minutinho livre e lembrou-se de mim". Chego ao pé o telemóvel e este marca número anónimo. Por norma até nem atendo mas recebi tantas chamadas anónimas durante o dia de hoje que, com tanta insistência, lá atendi. Era a Cetelem! 

 

Deixa uma pessoa de ir comprar o pão para recusar dinheiro ao telemóvel 

 

 

Eu até uso a aplicação TrueCaller para bloquear este tipo de telefonemas mas sendo anónimo...

30
Mai17

O que eu gosto destas clientes...NOT! #7

Quem não tem dinheiro não tem vícios, não é? Foi o que eu sempre ouvi dizer e não podia estar mais de acordo. Contudo parece que algumas pessoas não compreendem isso...

 

Aqui na loja o tempo máximo de reserva de algum artigo é de uma semana. Salvo raras exceções que o fizeram por merecer, o tempo está estabelecido para todos. Sempre que me pedem para reservar algo são imediatamente avisados que só é guardado durante esse tempo e, passado esse período, perdem o direito à reserva voltando a estar disponível para venda.

 

O mês passado uma Sra - que só cá entra para comprar bijutaria - ficou encantada com um colar. Fartou-se de namorar com ele. Deu a volta a toda a bijutaria da loja e continuava a dizer que aquele era o tal. Lá veio ter comigo para pedir para guardar. Dizia que não podia mexer mais no dinheiro daquele mês e só recebia a reforma no dia 10. Como faço com qualquer cliente, disse que não podia fazer isso. No entanto a Sra insistiu para o guardar: "Ai, gosto tanto", "Oh, por favor", "Da outra vez tinha aqui um que eu também gostava e perdi-o porque não pedi para guardar" bla bla bla.

 

Já farta de a ouvir, cedi. Avisei-a que era uma vez sem exemplo, porque não podia fazer aquilo e como ainda faltava muito tempo para dia 10 não voltaria a fazê-lo. A Sra muito contente concordou e foi embora. No dia 10 às 9 da manhã já estava a porta para levar o colar. Nem sequer agradeceu por ter "quebrado as regras". Pagou, foi embora e nunca mais a vi.

 

Hoje, dia 30, voltou a entrar na loja. Voltou a namorar com toda a bijutaria e encantou-se com outro colar. Chega ao balcão com ele na mãe e só diz "Para dia 10!", muito baixinho, provavelmente para os outros clientes não ouvirem.

 

Meus amigos, eu quando quero ser boa sei sê-lo. Mas quando quero ser má também não fico atrás! E quase de certeza que até perdi uma cliente mas respondi-lhe no meu tom de voz habitual, sem me preocupar se alguém ouvia ou não.

 

- Eu já lhe disse que o mês passado era uma vez sem exemplo. Não posso meeeeesmo guardar mais que uma semana!

 

A Sra só me respondeu "se não pode, não pode! Mas este mês eu não posso mexer mais no dinheiro que já está tudo destinado!" Num tom que quem ouviu de fora até parecia que eu é que estava a obrigar a Sra a levar o colar e ela estava a dizer que não podia. No entanto não voltei atrás com o que lhe disse!

 

Ela lá voltou a colocar o colar no sitio e foi embora a reclamar qualquer coisa que eu até fiz por não perceber.

 

Sinceramente! Uma pessoa dá a mão e já querem logo o corpo todo  noutras circunstancias até poderia voltar a ceder, porque tenho as tais exceções que, se for preciso, até guardo de um mês para o outro, no entanto a postura da cliente, a arrogância e a prepotência ditaram o resultado.

 

Se há coisa que eu não suporto é que tentem mandar mais na minha casa do que eu!

29
Mai17

Ele tira-me do sério #5

Eu tenho o carro a gasóleo porque, para vir para o trabalho, faço um percurso maior que o M (cerca de 27 Km). Já ele ficou com o carro a gasolina porque de casa ao trabalho, faz o percurso minúsculo de 5 Km. No entanto quando ele precisa de ir a algum lado que fique mais longe, trocamos de carro.

 

Até aqui nada de anormal. Penso eu.

 

O grande problema é que eu tenho dificuldade em conduzir o carro dele. Não só por estar habituada a gasóleo mas também porque o dele tem uma suspensão horrível. Sempre que passo por alguma irregularidade na estrada ou por uma lomba ou assim, parece que estou dentro de uma montanha russa. Em alguns dias, juro que penso, que nem sequer devia ter tomado o pequeno almoço para não o deitar todo para fora quando chego a loja, das voltas que aquele carro dá.

 

Hoje o M tinha uma consulta em Lisboa, então lá me calha vir com o Hyundai para o Cadaval  para complicar mais um bocadinho, ele tinha deixado o carro dele num estacionamento no centro de Torres porque no fim de semana eu fui busca-lo ao trabalho. Tivemos o fim de semana todo para o ir buscar mas, sinceramente, nunca mais nos lembramos do carro sem ser ontem à noite quando já estávamos na cama.

 

Assim sendo, para além de ter que conduzir um carro que não gosto. Tinha que atravessar toda a hora de ponta de Torres para vir para o trabalho.

 

Já tudo isto não bastava quando ele me diz: tens que ir pôr combustível que ele já não tem muita gasolina.

 

Apetecia-me mata-lo! Já estava atrasada, tinha que conduzir um carro que não era o meu e ainda tinha que parar para por combustível?!

 

Escusado será dizer que cheguei em cima da hora ao trabalho. Sem por gasolina! Logo ele tem que vir ter comigo à loja por isso ele que ponha para ver o que custa andar no limite 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pág. 1/14

Sigam-me

Mais sobre mim

Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
Quando tudo começou
- 08/05/2017 -

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Segue a Tendência

no Facebook

no Instagram