Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Cherry

22
Jan18

O que eu gosto destas clientes...NOT! #106

Uma cliente andava a namorar uma mala desde que esta chegou à loja contudo não estava disposta a pagar o preço a que a mala estava marcada (17,90€). Por sorte ou por azar a dita mala chegou aos saldos e, assim que a cliente viu que estávamos em saldos, "foi a correr" a loja para ver a que preço a mala estava...

 

- Oh, ficou a 14,90€. Pensava que ficasse mais barata. Assim não baixou quase nada... Por este preço quase que compro uma mala de 50€ ali ao lado.

 

Fiquei a olhar para ela mas nem respondi. No entanto ela insistiu na conversa:

 

- Se calhar levo-a agora e amanhã já há baixa de preço em toda a loja.

- É pouco provável. Ainda agora começamos os saldos, não se vai fazer uma 2a baixa já...

- Hum, mesmo assim vou pensar... Pode ser que baixe até lá.

- Com certeza. Desde que não fique com pena se a mala for vendida quando vier cá novamente...

 

A cliente foi embora sem mais um ai ou ui. Contudo, vendo que não houve mesmo baixa de preços, no final dessa mesma semana voltou a aparecer.

 

- Bem, vou levar a mala. Gosto tanto dela...

- Ela é mesmo muito bonita.

- Continuo a achar que teve um desconto muito pequenino mas enfim. Pode guardar? Na 2a feira passo por cá para a levar.

- Com certeza.

 

A 2ª feira passou. Passou a 3ª feira e só na 4ª feira é que a cliente voltou a aparecer:

 

- Vinha buscar a minha reserva.

- Certo.

- Não baixou nada ainda?

- Não, ainda não tivemos baixas de preço na loja.

- Não é justo. Vocês têm malas a 9,90€ na loja. Esta devia estar a este preço!

- Sim, temos. Mas já olhou a diferença de qualidade?

- Pois... - isto reclamar do preço é muito giro olhar ao resto é mentira 

 

Lá levou o raio da mala e eu pensei que não voltaria a ouvir falar dela ou da mala...até ao M me ligar a falar sobre o assunto. 

 

Como as vendas estavam mais fracas e nós precisavamos de ganhar espaço para colocar a nova colecção, ele decidiu fazer a 2ª baixa de preços em toda a loja na 4ª feira seguinte a esta venda. Tudo o que havia em loja baixou de preço, incluindo as malas que ainda tínhamos. Assim que a dita cliente viu que tinha havido uma 2ª baixa, e aproveitando que não era a mesma pessoa que estava ao balcão, foi falar com ele:

 

- Eu comprei uma mala para oferecer a minha irmã a 14,90€ e agora, tão pouco tempo depois, estão todas a 9,90€. Não é justo! 

 

O M, coitado, sem saber da história e, na sua santa inocência, disse-lhe que se a cliente quisesse ele poderia ligar para o patrão a perguntar se podia fazer o acerto da mala e passar um vale da diferença para utilizar noutra coisa.

A cliente, obviamente, nem pensou duas vezes! Disse-lhe logo que sim... - quem não diria?  

Eles combinaram para a cliente passar mais tarde de modo a ele ter tempo para obter uma resposta e, consoante a resposta que tivesse para lhe dar, ela decidia o que fazer.

 

Assim que ela virou costas, ele ligou-me a contar o que tinha acontecido:

 

- Vou fazer um grande negócio!

- Vais, então?

- Uma Sra comprou-te uma mala a 14,90€ aqui à dias. Uma azul com umas riscas de várias cores. 

- Sim, eu sei qual é... Já foi ai reclamar de quê?

- Queixou-se que a comprou para oferecer à irmã e agora, passado uns dias, houve uma 2ª baixa de preços na loja...

- Para oferecer à irmã? Que grande tanga! Ela andava a namorar a mala à séculos para ela! Mas o que ela quer agora? Que se devolva o dinheiro...?

- Ela disse que a levou embrulhada e tudo, que era para oferta...

- Treta!!! Olha, até foste tu que me deste o saco quando estavas no armazém a arrumar as coisas, lembras-te? Foi nesse mesmo saco! Se ela decidiu depois oferecer à irmã, não foi embrulhada dai de certeza! Enfim, que negócio é esse então?

- Foi o que ela disse...mas também não interessa! O que é certo é que ela fez essa reclamação e eu disse-lhe que ia falar com o patrão para saber se ele queria dar-lhe a diferença num vale para utilizar noutra peça. Não é de génio? Assim ela ainda gasta a diferença e mais uns trocos noutras peças!

- DESCULPA?! Tu fizeste o quê? Estás louco?!

- Achas mal?

- Então a cliente anda ai a namorar a mala à sabe Deus quanto tempo, esperou que ela baixasse de preço para a levar mas mesmo assim reclamou vezes sem conta porque não baixou para o valor que ela achava que era justo. Demora mais que o tempo de reserva para a ir buscar e agora ainda tem a lata de reclamar o valor de diferença porque houve uma 2ª baixa de preços entretanto?! É preciso descaramento!!! E tu, não te esqueças de ir dizendo isso a toda a gente! Em vez de venderes andas o dia todo a devolver dinheiro! Que grande lata a da gaja! - eu detesto a expressão "gaja" mas nesta situação não me saiu termo melhor.

- Calma! É claro que não lhe vou fazer isso. Se ela quiser pode é deixar cá a mala e, pelo valor que a levou, leva outras coisas e paga a diferença! Sabes que eu sempre achei que se estava a vender aquele mala muito barata! Até me custou marca-la ao preço de saldos. Assim ela troca-a por outras coisas e manda-se a mala para outra loja a um preço justo. Ela até ficou com umas botas e umas camisolas debaixo de olho para o caso de ter que fazer a troca!

- Mesmo assim, é preciso descaramento! 

- Não te preocupes que eu sei o que estou a fazer...!

 

 

O que é certo é que nesse mesmo dia a cliente lá apareceu com a mala dentro do saco de plástico - qual oferta qual quê!  - e, como o M lhe disse que o patrão não lhe passava o vale no valor da diferença, ela devolveu a mala e levou as tais botas e mais qualquer coisa à troca, tal como o M disse que iria acontecer...

 

 

Desde esse dia que nunca mais se ouviu falar da cliente, da mala ou das trocas. Até hoje...

 

Hoje sou eu que estou na loja porque o M teve uma consulta para ir. Então, a cliente ao passar pela loja e ver que sou eu que estou cá, não sabendo - ou não se lembrando - que eu sei quem é a irmã dela, pediu à irmã para vir cá à loja. Assim que a rapariga entra vem logo direitinho a mim:

 

- É só estas as malas que tem?

- Sim. Procurava alguma em especial? - claro que procuras!

- Eu vi aqui à dias uma muito gira em azul com umas ricas...

- Não sei, eu não tenho estado cá... - Quando queres também consegues ser tão cabra, Susana!  - mas as que tenho estão expostas. Se não é nenhuma dessas ou já foi vendida ou foi transferida para outra loja...

- Não, não é nenhuma destas. Ela era pequena, de colocar ao ombro. Muito bonita! E agora como está tudo tão barato vinha ver se ela ainda cá estava...

- Já só tenho mesmo estas...!

 

 

A cliente foi embora e eu liguei logo ao M!

 

- Olha, lembraste da mala que recebeste porque tinha havido uma baixa de preços? Aquela que era para oferecer à irmã...?

- Sim, aquela das riscas?

- Exacto! A irmã que supostamente a iria receber de oferta veio cá perguntar por ela!

- A sério?

- Acabou de sair daqui! Deveria estar à espera que estivesse mais baratinho para a levar novamente para a irmã que a veio devolver...

- Mas eu disse à cliente que ela iria para outra loja, qual é a ideia?

- Pois, devia estar à espera que lhe tivesses a mentir ou assim. O que é certo é que a rapariga veio a dizer que a tinha visto e tinha gostado muito dela mas nem a sabia descrever muito bem. Por isso estás mesmo a ver o que se passou, não estás? É só para ver que espécie de clientes te esperam!

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

4 comentários

Comentar post

Sigam-me

Mais sobre mim

Calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
Quando tudo começou
- 08/05/2017 -

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Segue a Tendência

no Facebook

no Instagram