Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Cherry

07
Jun17

É para a vizinha!

IMG_20170607_163358.jpg

No andar por cima da loja vive um casal jovem de ciganos com quatro filhos (o mais velho tem 13 anos, a mais nova tem 5 meses). Eles já cá estavam a morar quando abrimos a loja e todos os vizinhos avisaram para ter cuidado com eles porque eram ciganos. Uns diziam para ter cuidado com o filho mais velho, outros diziam para ter cuidado com a menina do meio, outros diziam para ter cuidado com a mãe. Enfim, tinha que ter o máximo cuidado!

 

Assim que abrimos a porta - à 8 meses - a mãe veio cá com os dois mais novos. Apareceu para dar as boas vindas e para ver se tínhamos alguma coisa para grávidas. Eu, sempre de pé atrás por causa dos conselhos, fui conversando com ela mas sempre de olho nas crianças. Pelo menos durante os primeiros 5 minutos. Isto porque antes de eu dizer alguma coisa já estava a mãe a ralhar para eles não mexerem em nada.

 

Aos poucos as crianças aprenderam a parar por cá para dizer "Olá". Quase todos os dias um dos mais velhos (ora o rapaz, ora a rapariga, ora os dois juntos) aparecem depois da escola para contar como foi o dia. Já me habituei a que, por vezes, a menina do meio apareça só mesmo para dar um abraço e ir embora. Ou que o mais velho apareça para mostrar a nova nódoa negra que fez na escola enquanto brincava. E, se não forem as clientes a perguntar se são os filhos dos ciganos, eu nem sequer me lembro desse pormenor! 

 

A mãe de vez em quando ainda cá vem mas é menos frequente por causa da bebé pequenina. No entanto recentemente numa das já escassas visitas agradeceu por eu não tratar mal as crianças. Confesso que no inicio nem sequer percebi bem o que ela queria dizer com aquilo. Tratar mal?! Nunca na vida, disse-lhe eu. No fundo são só crianças que querem atenção como qualquer outra criança!

 

Hoje a mãe voltou a aparecer com a bebé ao colo e com o menino mais novo pela mão. "Ele veio com esta flor desde lá do fundo da escola. Dizia que era para a vizinha e não a largou até cá chegarmos." Assim que eu recebi a flor o menino correu para trás das pernas da mãe, com toda a vergonha que o caracteriza, sem sequer me deixar agradecer decentemente. 

 

Confesso que fiquei tocada. 

 

As crianças são mesmo o melhor do mundo e não percebo como é que alguém poderia trata-los mal simplesmente por serem ciganos. Principalmente porque, muitas das vezes, comportam-se bem melhor que as crianças que aqui vêm que não são filhos de ciganos!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

2 comentários

Comentar post

Sigam-me

Mais sobre mim

Calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930
Quando tudo começou
- 08/05/2017 -

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Segue a Tendência

no Facebook

no Instagram